Image Map

quinta-feira, 23 de julho de 2015

Crítica #01: A Herdeira, por Kiera Cass

Se você não leu os livros que antecedem A Herdeira, este post pode conter spoilers.
O que vem depois do "felizes para sempre"? Vinte anos atrás. America Singer participou da Seleção e conquistou o coração do príncipe Maxon. Agora chegou a vez da princesa Eadlyn, a filha mais velha do casal. Criada para ser uma líder forte e independente, ela nunca quis viver um conto de fadas como o de seus pais. Por isso, antes de conhecer os trinta e cinco pretendentes que irão disputar sua mão numa nova Seleção, a jovem está totalmente descrente. Mas, assim que a competição começa, a situação muda de figura, e Eadlyn percebe que encontrar seu príncipe encantado talvez não seja tão impossível quanto imaginava.
Esse livro é prova definitiva de que eu devo parar de ouvir o que os outros falam e tirar minhas próprias conclusões. Desde o dia em que esse livro foi lançado, eu ouvi muitas reclamações e isso me deixava receosa. Mas resolvi tirar isso a limpo e ler A Herdeira, para finalmente poder dizer o que eu achei. E olha, não poderia ter sido melhor.
Eadlyn não é uma personagem fácil, acho que todos concordamos. Mas, amando-a ou odiando-a, temos de concordar também que sua posição não facilita. Mesmo se mostrando uma personagem um tanto quanto mimada, eu gostei muito de Eadlyn (diferente da maioria). Percebemos ao longo do livro sua evolução e começamos a conhece-la melhor também. Nota-se que ela é uma pessoa muito reservada, que não costuma compartilhar seus sentimentos com qualquer um, e isso pode justificar sua postura fria, algumas vezes. E, imagine-se por um segundo na pele dela: você é a primeira mulher na linha de sucessão ao trono, a primeira a ter uma Seleção; uma nação inteira logo estará em seu cuidado e você precisa mostrar serviço. Ela não quer se sentir fraca, porque sabe tudo o que estará sobre seu comando, sabe o peso em suas costas. E principalmente: ela não quer fracassar.
"Claro, porque a única maneira de eu gostar de homens é me curvar aos pés deles." - Eadlyn, pág. 117 
Outra reclamação constante que ouvi dos que leram A Herdeira, foi o fato de Maxon parecer um velho (rá). Mas imaginem vocês, quase 20 anos de reinado, com os súditos se rebelando contra a monarquia, tendo de usar a filha, futura rainha, como uma mera distração, enquanto toda sua linhagem está ameaçada. É ou não é pra ficar nervoso? E, com sua idade, imagina-se que rugas e cabelos brancos apareçam. Falta a nós, Selecionadas, entendermos que, assim como nós, os personagens também envelhecem, mas geralmente não conseguimos ver esse processo e só vemos Maxon como o eterno galã, com seus 20 anos.
"Não sei se alguém sabe o que procura até encontrar" - Eadlyn, pág, 189
E bem, sobre os selecionados: é muito difícil saber quem a princesa escolherá no final, diferente de A Seleção. Penso que existem umas três possibilidades dentro da Seleção. Mas tenho de admitir que minha torcida não é para nenhuma deles. É para um que no princípio estava meio apagadinho, mas com o desenrolar da história, roubou meu coração. Por isso, sou #TeamEikko/#TeamErik.
"Na segunda vez, quando me endireite dando risada, notei que Erik estava atrás dele.
Eu podia estar errada, mas seu sorriso tímido parecia um pouco triste."
- pág. 355
Aos que ainda não leram A Herdeira: Preparem-sem para o final, porque foi de arrancar lágrimas. Totalmente inesperado. Fez-me ficar arrancando os cabelos esperando pelo próximo livro (agiliza aí, tia Kiera!)
 Depois de reviravoltas inesperadas, personagens fortes, A Herdeira, para mim, é o melhor livro da série. Os três livros anteriores foram muito previsíveis, com uma personagem que me irritava muito narrando. Este trouxe uma mulher, que na minha opinião, mostrou que nós na verdade não somos o sexo frágil.

Quem já leu A Herdeira, o que achou?
Beijos,
Bruna.

5 Comments:

Telemaco said...

FINALMENTE UMA PESSOA QUE AMOU O LIVRO, AEEE.
Só vi pessoas detonando, e eu fui um dos únicos que amei kkk

Beijos

http://penelopeetelemaco.blogspot.com.br/

Bruna Vieira said...

Eu só vejo as pessoas detonando também :( bolada

Postando Trechos said...

Eu sou suspeita para falar porque AMO a saga. Amei "A herdeira" também, apesar do sofrimento que me gerou no final. Ansiosa para o próximo. <3

Seguindo o blog!
http://postandotrechos.blogspot.com.br/

Bia said...

Sou uma grande fã da saga e confesso que fiquei com medo do livro não atender minhas expectativas, em geral eu gostei do livro (principalmente dos selecionados hahah). Uma coisa que me irritou foi a personalidade da Eadlyn, fiquei feliz que ela amadureceu durante o livro e se tornou mais suportavel, espero que ela continue melhorando nos outros livros.

beijos

eraumavezumaestante.blogspot.com

Luiz Filipe said...

Ah,eu quero conseguir tirar fotos tão boas assim dos meus livros

Postar um comentário