Image Map

domingo, 1 de novembro de 2015

Crítica #02: Eu não sei nada sobre o amor, por Bruna Vieira




"Se para a foto a gente faz a melhor pose, para a vida o melhor é simplesmente sorrir." Bruna Vieira parece nos enxergar lá dentro, bem depois do fundo dos olhos, em cada um dos textos que escreveu especialmente para a revista Capricho. Amor, escola, autoestima, nada escapa do olhar atento da blogueira e autora que, com sensibilidade e muito talento, descobriu um caminho direto para o nosso coração.

Eu nunca havia lido nada da autora, mas sempre tinha essa vontade. Quando ganhei Eu não sei nada sobre o amor, vi nele a oportunidade de conhecer a escrita da autora, porém ainda não sei se foi a melhor escolha. 
Com muitas passagens fofas, que fizeram com que eu me identificasse com a autora, o livro é razoável. Pela colunas terem sido escritas para Capricho, revista adolescente, muitas vezes eu me deparava com um texto que não me traziam interesse, como moda, por exemplo, o que fazia com que eu lesse rapidamente a parte, sentindo apenas obrigação em terminar o livro.
Mas mesmo assim foi uma experiência válida. Eu sempre acompanhei a Bruna e senti o jeito dela nas entrelinhas, principalmente nos textos sobre relacionamento, fazendo com que eu sentisse que estava sentada em seu quarto, conversando com ela. Esse foi o melhor aspecto da leitura, sem dúvidas.



"Já o amor, esse é só para quem é corajoso e não tem medo do que pode vir depois." - pág. 16

O livro é curtinho e é possível ler em uma tarde, cheio de ilustrações fofas. Muitas pessoas estavam com dificuldades de encontrá-lo. Eu ganhei o meu do meu namorado, mas ele comprou em uma banca de revistas.
Para quem gostar das colunas da Bruna na Capricho, o livro é uma ótima pedida. Para os demais, uma leitura razoável, sem muitas partes marcantes. 

"As melhores coisas da nossa vida acontecem porque aprendemos a lidar com as piores de um jeito especial." - pág. 41 

Alguém já leu algo da autora? O que achou?
Beijos,
Bruna.

4 Comments:

Anne Caroline said...

Eu já os 4 livros que a Bruna lançou ano passado. Gostei bastante dos livros, mas vi alguns pontos que não me impressionaram. Quero ler esse mais para saber como é e não por ter uma grande paixão mesmo.
Espero que goste. Sua crítica foi ótima.
Beijos, Nieta.
sonhardevaneios.blogspot.com.br

Mariana Gabriela said...

Oi, Bruna! Tudo bem?
Nunca li nada da Bruna </3 Mas tenho interesse de ler. Achei esse livro super amor, compraria ele só por causa da fofice ahahaha.
Abraços!
http://apenasumaleitura.blogspot.com.br/

MaH said...

Nunca li nada da Bruna Viera, mas esse livro é de uma fofura inigualável, gente! Que coisa mais linda!!!
Bjs*.*
MaH

O que disse, Alice?

Letícia Mota said...

Oi, Nieta! Já percebeu que você também se chama Bruna Vieira? Haha. Piada horrível, eu sei. Co tinuemos. A unica coisa que eu li da Bruna foi o conto dela em Um ano inesquecível. Não sei pretendo ler outros livros dela por causa dos assuntos que ela aborda, não quero ler só por ler...
beijo
blogestrelasdepapel.blogspot.com

Postar um comentário